Bipolarons e Pareamento não Convencional em Cupratos Supercondutores

Data: 
quarta-feira, 23 Setembro, 2020 - 16:00 até 17:00
Palestrante: 
Prof. Walter Alberto de Siqueira Pedra (DFMA-IFUSP)
Resumo: 

Transmissão via zoom e YouTube

Resumo: A presença de bipolarons em cupratos supercondutores é um fato experimental conhecido já há algumas décadas. Porém, o exato papel destes no fenômeno da supercondutividade ainda não é bem compreendido. Propomos e analisamos um modelo para estruturas microscópicas específicas destes materiais, que inclui modos bipolarônicos. As diversas constantes de acoplamento deste foram escolhidas de acordo com resultados experimentais recentes sobre cupratos. No setor de um bipolaron e dois férmions (buracos), o modelo foi capaz de explicar a formação de pares (de buracos) de tipo “d-wave” com massa efetiva muito inferior à dos bipolarons, a temperatura de “pseudo-gap” (temperatura abaixo da qual os pares se formam, muito superior à temperatura de transição à fase supercondutora) com boa precisão, assim como o comprimento de coerência (diâmetro típico dos pares), observados em cupratos. Referência: Isotropic Bipolaron-Fermion-Exchange Theory and Unconventional Pairing in Cuprate Superconductors, J.-B. Bru, A. de Pasquale e WdSP. Annalen der Physik, 2019.