Apresentação Linac

     Laboratório do Acelerador Linear - Linac
 
 
 

O Laboratório do Acelerador Linear - LINAC - instalado no prédio do Laboratório Aberto de Física Nuclear pertence ao departamento de Física Nuclear do Instituto de Física da Universidade de São Paulo e é o único do hemisfério sul a utilizar cavidades supercondutoras para aceleração de partículas ao estudo de Física Nuclear de altas energias.

Ele nasceu do convênio entre a Universidade de São Paulo e a Universidade de Argonne (EUA), que desenvolveu os ressoadores de Nióbio, para o estudo da dinâmica de colisões nucleares e síntese de elementos químicos inexistentes na natureza que permitem compreender a formação e a evolução do Universo.

Sua aplicação estende-se às pesquisas em Biologia Nuclear, Física Ambiental, espectroscopia de massa (AMS), e outras que necessitam de alta densidade de energia.

O Linac diferentemente do acelerador Pelletron, instalado na década de 70 que utiliza campo elétrico constante. Este utiliza radiofreqüência para a transferência de energia ao feixe de partículas.

O sistema de cavidades é resfriado à temperatura do Hélio líquido (3K) onde o Nióbio apresenta propriedades supercondutoras, através de estações dedicadas de criogenia para Hélio e Nitrogênio líquido.

Todo o conjunto de sistemas auxiliares, como a eletrônica de controle e potência de rádio freqüência, sistema de vácuo - bombas, medidores e válvulas, transporte das partículas - lentes eletromagnéticas e detecção de feixe, detectores de radiação, bem como os sistemas de alertas de falhas nos módulos eletrônicos, de sensores de temperatura e de manutenção preditiva são monitorados e controlados por estações "inteligentes" desenvolvidas.
 

Pça do Oceanográfico, s/n - Cid. Universitária
Cx. Postal 66318 - CEP 05315-970
São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55(11)3091-7100
Fax.: +55(11)3091-7078
e-mail: seclinac@.if.usp.br