Oportunidade: bolsas de treinamento técnico da FAPESP

O Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP) oferece três oportunidades de Treinamento Técnico em Instrumentação Astronômica com Bolsas da FAPESP. As inscrições devem ser feitas até o dia 28 de agosto de 2017.
 
As bolsas estão vinculadas ao projeto “Explorando o universo: da formação de galáxias aos planetas tipo-terra, com o Telescópio Gigante Magellan”, que tem João Evangelista Steiner como pesquisador responsável.
 
A primeira vaga é para técnico de nível TT-4, cuja principal função será trabalhar junto ao grupo de óptica adaptativa recém-formado no IAG, que irá fazer um experimento de óptica adaptativa em comprimento de onda do óptico para o instrumento G-CLEF. O bolsista selecionado deverá, entre outras coisas, planejar e codificar os softwares que farão a interface com os componentes eletrônicos da óptica adaptativa.
 
O bolsista participará do desenvolvimento do instrumento G-CLEF, em parceria com a University of Harvard. Fará parte do Grupo GMTBrO — GMT Brazil Office (situado no IAG/USP) e será requisitado a dar suporte ao Projeto GMT FAPESP. Após selecionado pela coordenação do projeto, o bolsista vai se reportar a um Grupo Sênior de Astrônomos e Engenheiros, envolvido no CDR (Critical Design Review) do instrumento G-CLEF.
 
Exige-se para a vaga que o candidato seja graduado, especialista em Tecnologia da Informação (TI), com pelo menos dois anos de experiência. Além disso, ele deve ter conhecimentos de lógica de programação, Linux e JavaScript (GoogleV8 e d3.js desejáveis). Conhecimentos em astrofísica observacional, em sistemas de controle multivariável e em EtherCAT são desejáveis.
 
Outras informações sobre a oportunidade estão disponíveis em www.fapesp.br/oportunidades/1696/.
 
A segunda vaga é para Treinamento Técnico nível TT-4A. O selecionado terá como principal função trabalhar junto aos grupos de software do GMACS e G-CLEF. No caso do GMACS, que está em fase inicial de definição, o técnico definirá a arquitetura dos softwares e sistemas de controles. No caso do G-CLEF o técnico atuará na escrita de módulos de software que já foram definidos pelos grupos.
 
O bolsista participará do desenvolvimento do Instrumento GMACS, em parceria com a Texas A&M University, e do Instrumento G-CLEF, em parceria com a University of Harvard. Fará parte do Grupo GMTBrO (GMT Brazil Office), lotado no IAG/USP, São Paulo, onde será necessário dar suporte ao Projeto GMT FAPESP.
 
O candidato deverá ser graduado, especialista em TI, com pelo menos 4 anos de experiência. Importante que ele tenha conhecimentos em Linux, Unified Modeling Language (UML) e padronização ISO/IEC 12207. São desejáveis conhecimentos em JavaScript, EthertCAT, MS-Project e Engenharia de Sistemas.
 
Mais informações sobre a oportunidade estão disponíveis em www.fapesp.br/oportunidades/1697/.
 
O bolsista selecionado para a terceira vaga, em nível TT-5, terá como principal função coordenar os distintos esforços relacionados a TI do projeto GMT (sigla em inglês para Telescópio Gigante Magellan). O bolsista selecionado será o principal contato brasileiro no GMT para o observatório e os instrumentos. Ele ajudará na usabilidade e no design das interfaces entre o telescópio e os instrumentos, bem como na certificação e desenvolvimento da performance exigida para os componentes e seus respectivos fins científicos (como o dos sensores de Shack-Hartmann, sensores e atuadores de flexão mecânica Hexapod etc.).
 
Com relação aos instrumentos, o bolsista atuará como consultor junto a especialistas da Organização GMT (GMTO), garantindo que a arquitetura adotada pela GMTO no observatório e telescópio também seja empregada nos instrumentos, incluindo todo o planejamento de software, desde o controle dos subsistemas até a redução de dados.
 
O candidato precisa ser graduado, especialista em TI, com pelo menos cinco anos de experiência ou com título de doutorado. Ele deve conhecer Linux, Unified Modeling Language (UML) e JavaScript (GoogleV8 e d3.js desejáveis). Ter conhecimentos em astrofísica observacional, óptica, controle e automação, EthertCAT, MS-Project e Engenharia de Sistemas.
 
Mais informações sobre a oportunidade estão disponíveis no endereço www.fapesp.br/oportunidades/1698/.
 
Os candidatos para as três vagas devem enviar currículo, link do Currículo Lattes ou link do Google Scholar e uma carta de referência para o e-mail  jrgodoy@usp.br.
 
Os valores das bolsas para Treinamento Técnico TT-4, TT-4A e TT-5 são, respectivamente, R$ 3.021,60, R$ 4.950,40 e R$ 7.174,40.
 
Para mais informações sobre as bolsas de Treinamento Técnico acesse fapesp.br/bolsas/tt e fapesp.br/3098.
 
Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em fapesp.br/oportunidades.
 
Fonte da notícia: Agência FAPESP
 
Término: 
28/08/2017