Reunião da Sociedade Astronômica Brasileira

MATÉRIA DO JORNAL DA USP

Evento da Sociedade Astronômica Brasileira

reúne estrelas da área

Reunião que ocorrerá na USP apresenta trabalhos mais atuais no Brasil, além de convidados internacionais

 

A formação de galáxias, a busca por planetas semelhantes à Terra, o estudo dos buracos negros e outros grandes temas da astronomia estarão em pauta na USP. Especialistas do Brasil e do mundo foram escalados para a programação da 41ª Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira, que ocorrerá no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI), na Cidade Universitária, em São Paulo.

Além das grandes questões científicas da astronomia atual, as palestras abordarão a divulgação e o ensino da disciplina. Haverá, ainda, apresentação de mais de 250 pôsteres com temas que vão desde a identificação de moléculas orgânicas no espaço até a evolução química do universo, passando pela detecção de supernovas e pela astronomia dos povos indígenas da Amazônia.

A produção científica nacional também estará em debate na mesa-redonda Como avaliar a produção científica? Discutir é preciso, que contará com a presença de Beatriz Babuy (Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP e vice-presidente da SAB), Sylvio R. A. Canuto (Instituto de Física da USP e coordenador de física e astronomia da Capes), Francesca Figueras (presidente da Sociedade Espanhola de Astronomia), Ildeu de Castro Moreira (Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro e presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) e Mario Neto Borges (presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Estrelas

Um dos destaques é o carioca Carlos A. Wuensche, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, em São José dos Campos (SP), que falará sobre a construção do novo radiotelescópio BINGO, uma parceria entre Brasil, Reino Unido, Suíça e Uruguai. Instalado em uma mina de ouro abandonada no Uruguai, o equipamento ajudará na investigação sobre como a matéria se distribui no universo, em especial na chamada “parte escura”, sobre a qual os cientistas ainda sabem muito pouco.

Entre os convidados internacionais está Debra Fischer, da Universidade Yale, nos Estados Unidos. Ela é especialista no estudo de exoplanetas – planetas fora do sistema solar – e vai falar sobre novos instrumentos capazes de detectar sistemas planetários semelhantes ao nosso ao redor de outras estrelas. Já o cosmólogo Gary Mamon, do Instituto de Astrofísica de Paris (França), vai falar sobre a “fertilidade galáctica”, isto é, o potencial que as galáxias têm de “dar à luz” novas estrelas.

Outros convidados confirmados são Piero Madau, da Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, e a primeira presidente mulher da Sociedade Espanhola de Astronomia, Francesca Figueras.

Serviço

41ª Reunião da Sociedade de Astronomia Brasileira
Quando: 4 a 8 de setembro
Onde: Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 222, São Paulo
Telefone: (11) 98154-8772
Programação: https://www.sab-astro.org.br/eventos/xli-sao-paulo/agenda/

Com informações da assessoria de imprensa da SAB

Término: 
08/09/2017