Terapia fotodinâmica mostra-se eficaz no tratamento do câncer de pele não melanoma

Após negativa de órgão do Ministério da Saúde à inclusão do tratamento no SUS, pesquisadores querem ouvir população

Por: Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


A eficácia de outro tratamento do câncer de pele não melanoma acaba de ser comprovada por pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP. Trata-se da terapia fotodinâmica, que envolve o uso de uma medicação sensível à luz com características muito específicas para ativar essa medicação. Saiba mais...


Imagem: Wikimedia Commons