Todas as Notícias

Números da pandemia voltam a crescer em São Paulo

Quantidade de casos notificados nos primeiros 25 dias de junho na USP já é maior do que em todo o mês de maio. Especialistas reforçam a necessidade do uso de máscaras e da vacinação
Por: Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


Os dados da semana epidemiológica mais recente (19 a 25 de junho) mostram aumento em todos os indicadores da pandemia no Estado de São Paulo: média diária de novos casos (+26%), internações (+18%) e óbitos (+42%). Trata-se de um cenário oposto ao da semana anterior, em que todos os indicadores fecharam em queda. Além de um possível aumento na transmissão do vírus, é provável que as variações estejam associadas a um atraso no registro de notificações durante o feriado prolongado de Corpus Christi, celebrado no dia 16. 
 
Na Universidade de São Paulo, 843 casos de covid-19 ou síndrome gripal foram notificados nos primeiros 25 dias deste mês, 24% a mais do que em todo o mês de maio (679) e quase quatro vezes mais do que em todo o mês de abril (216), segundo dados da Superintendência de Saúde da USP. É uma tendência que reflete a situação no Estado de São Paulo como um todo, com aumento na disseminação de doenças respiratórias (incluindo covid-19 e gripe) na população a partir da segunda metade de abril. “Há um aumento indiscutível de casos de covid na comunidade USP, com níveis próximos ao de janeiro deste ano”, diz o professor da Faculdade de Medicina e superintendente de Saúde da USP, Paulo Lotufo. “O fato relevante é que não está havendo casos graves e óbitos, em decorrência da cobertura vacinal elevada na Universidade.”
 
A vacinação não impede que as pessoas contraiam o vírus, mas reduz significativamente o risco de agravamento da doença. Praticamente 100% dos alunos, docentes e funcionários da USP estão com esquema vacinal completo — obrigatório para frequentar a Universidade. Ainda assim, é preciso cautela: Lotufo lembra que mesmo casos menos graves de covid-19 podem deixar sequelas de longo prazo sobre funções respiratórias, cardíacas e cognitivas; além de afastar as pessoas do trabalho. “Mesmo sem a gravidade do início da pandemia, os casos de covid são incapacitantes, com prejuízos individuais e para todo o coletivo”, pontua o médico. Saiba mais...

Chamada para Equipamentos Multiusuários para Centros Depositários de Informações, Acervos Documentais e/ou Coleções Historiográficas e Biológicas – 2022

Esta Chamada para apoio à infraestrutura de pesquisa tem por finalidade elevar a qualidade da pesquisa científica, tecnológica e da inovação, provendo aos grupos de pesquisa um ambiente dotado de uma infraestrutura moderna de alta capacidade tecnológica e de fácil acesso.
Por: Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação Universidade de São Paulo. 


A Chamada apoia a aquisição de Equipamentos para Pesquisa de valor elevado que não podem, ordinariamente, ser adquiridos em Auxílios das modalidades regulares concedidas pela FAPESP, como Auxílio à Pesquisa Regular, Temático, Jovem Pesquisador, Centro de Pesquisa em Engenharia (CPE), Centro de Pesquisa Avançada (CPA), Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) e outros.
Os custos de manutenção dos equipamentos deverão ser cobertos por outras fontes que devem ser viabilizadas pelo consórcio de pesquisadores, usuários dos equipamentos e pela Instituição Sede que abrigará o equipamento. A contrapartida oferecida pela Instituição e pelo grupo de pesquisadores proponentes é um dos critérios de análise.
Excepcionalmente, a FAPESP poderá autorizar o uso de recursos da Reserva Técnica dos processos associados ou da Instituição onde estiverem instalados para esta finalidade, observadas as Normas para Uso dos Recursos de Reserva Técnica e as Normas para Uso de Recursos e Prestação de Contas de Auxílios e Bolsas.

As solicitações serão recebidas a partir de 01/07/2022 e deverão ser submetidas através do SAGe até 31 de agosto de 2022.
O prazo estimado para análise é de 180 (cento e oitenta) dias. Saiba mais...

Atenciosamente, Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação Universidade de São Paulo.

Instituto Italiano di Cultura oferece auxílio para professores, pesquisadores, especialistas e agentes da cultura

Até 1º de novembro de 2022, o Istituto Italiano di Cultura estará recebendo pedidos de auxílio financeiro de professores, pesquisadores, especialistas e agentes da cultura convidados a passar um período de permanência em instituições universitárias ou culturais italianas por motivos de estudo ou de pesquisa.
Por: Agência USP de Coorperação Acadêmica Nacional e Internacional. Acesse aqui a matéria original.


Interessados devem enviar sua solicitação para iicsanpaolo@esteri.it.

Mais informações e link para o formulário de requerimento em https://iicsanpaolo.esteri.it/iic_sanpaolo/pt/opportunita/contributi-per....

Programa de Apoio aos Novos Docentes USP - 2022/2023

Informamos que foi publicada a Portaria PRPI N° 861, que dispõe sobre o Programa de Apoio aos Novos Docentes USP - 2022/2023.
Por: Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação Universidade de São Paulo


A Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação oferecerá às(aos) professoras(es) recém-admitidas(os) pela Universidade de São Paulo recurso orçamentário no valor de R$ 15.000,00, no período de 2022 a 2023, desde que haja disponibilidade de recursos. São elegíveis todos os docentes em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa (RDIDP) que entraram em exercício do cargo na USP a partir de 05.09.2020.
O(A) docente poderá solicitar o auxílio em até dois anos após o início do seu exercício.

As solicitações poderão ser encaminhadas em dois momentos durante o ano: no mês de fevereiro e no mês de agosto, pelo sistema Atena.
https://prpi.usp.br/wp-content/uploads/sites/649/2022/06/Portaria-PRPI-8...

Atenciosamente, Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação Universidade de São Paulo.

O papel do Brasil no combate às mudanças climáticas globais

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), as atividades humanas têm sido a principal responsável pelas mudanças climáticas, principalmente devido à queima de combustíveis fósseis como carvão, petróleo e gás. Segundo o 6º Relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), se nada for feito, o aquecimento global pode chegar a 3,2º C em 2030, um número muito além do limite de 1,5º C adotado pelos países de todo o mundo no Acordo de Paris de 2015. 
Por: Observatório do Terceiro Setor. Acesse aqui a matéria original.


Ainda segundo o relatório do IPCC, as mudanças climáticas podem ter consequências irreversíveis, principalmente em relação às populações mais vulneráveis socioeconomicamente. Mesmo assim, no Brasil, o governo federal cortou 93% da verba para pesquisas sobre o assunto. Dessa forma, o país possui um enorme desafio para cumprir o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 13 da Agenda 2030 da ONU, que diz respeito ao combate às mudanças climáticas.
 
Para refletir sobre Mudanças Climáticas, recebemos no Brasil ODS desta quinta-feira (23/06), Ricardo Abramovay, professor sênior do Programa de Ciência Ambiental do Instituto de Energia e Ambiente da USP e autor livro “Amazônia: Por uma Economia do Conhecimento da Natureza“; e Paulo Artaxo, professor do Instituto de Física da USP, que trabalha com Física aplicada a problemas ambientais, atuando principalmente nas questões de mudanças climáticas globais.
 
O Brasil ODS – Observatório na Brasil Atual é um programa do Observatório do Terceiro Setor transmitido todas as quintas-feiras, às 9h, pela Rádio Brasil Atual. Saiba mais...

Orientações da Pós-Graduação para o 2º semestre de 2022

MATRÍCULA DE ALUNOS NOVOS E ESPECIAIS


 
ALUNOS NOVOS
Entre os dias 18/07 e 15/08, a Secretaria de Pós-Graduação recebe as matrículas dos alunos novos!
Os estudantes precisam baixar o "Manual de sobrevivência do(a) aluno(a) de pós" para conferir a documentação a ser entregue.
 
ALUNOS ESPECIAIS
A matrícula de alunos especiais será feita remotamente e os documentos deverão ser encaminhados todos em PDF para atendepgif@usp.br.
O período de matrículas dos alunos especiais vai de 04 a 15/07/2022 e a documentação exigida pode ser encontrada AQUI.
 
REMATRÍCULA DE ALUNOS REGULARES
Entre 04 e 10/07/2022, os alunos já matriculados no Mestrado ou no Doutorado devem efetuar a rematrícula pelo Sistema Janus. Os estudantes que desejarem cursar disciplinas devem se matricular em disciplinas e aqueles que não desejarem cursar matérias no 2º semestre de 2022 devem cadastrar uma "matrícula de acompanhamento".

O calendário e os procedimentos das matrículas pela Internet respeitarão o cronograma abaixo:
 
  • Junho/2022: Consulta ao menu Disciplinas Oferecidas;
  • 04 a 10/07/2022: Pré-matrícula dos estudantes regulares. A CPG do FUSP, em reunião realizada no dia 28/08/2015, decidiu que, a partir do 1º/2016,os estudantes que não efetuarem sua matrícula semestral (em disciplinas ou matrícula de acompanhamento) dentro do período específico
  • terão suas bolsas (CAPES e CNPq) suspensas por um período inicial de um mês, podendo ser estendido até que a situação de matrícula seja regularizada.
  • 11 a 17/07/2022: Aval dos orientadores
  • 18 a 24/07/2022: Deferimento dos ministrantes
  • 15/08/2022: Data início da turma da disciplina

PROCEDIMENTO BÁSICO:

► Endereço Internet: janus.usp.br

Aqui deve-se entrar com código de acesso.
Entrando no sistema, o menu do lado esquerdo da tela indicará os procedimentos a serem seguidos.
As disciplinas oferecidas neste semestre aparecem no botão “Disciplinas Oferecidas”.
Surge uma tela onde o estudante poderá verificar a relação das disciplinas dando um click no final da tela em “Comissões de Pós-Graduação”.
Em seguida click na lista “Instituto de Física”.
Em seguida, na tela sobre Programa e Áreas de Concentração, click somente a área 43134 – Física que aparecerá a relação das disciplinas.
 
Para mais informaçẽs, consulte a página da Pós-Graduação IFUSP >>.

 

Consulta sobre acesso ao Patrimônio Genético e Conhecimento Tradicional Associado

Pesquisas sobre patrimônio genético brasileiro devem ser cadastradas no  SisGen até 05/11 | Edgardigital - UFBAEm 2018, a Universidade de São Paulo assinou um Termo de Compromisso junto ao Ministério do Meio Ambiente, que propiciou a prorrogação do prazo de cadastro do acesso ao Patrimônio Genético e Conhecimento Tradicional Associado feito pelos seus pesquisadores. 

Via PRPI USP


 
 
Em 2018, a Universidade de São Paulo assinou um Termo de Compromisso junto ao Ministério do Meio Ambiente, que propiciou a prorrogação do prazo de cadastro do acesso ao Patrimônio Genético e Conhecimento Tradicional Associado feito pelos seus pesquisadores. Durante este período, a PRPI monitorou a atualização dos sistemas de cadastro junto ao MMA, para aguardar o momento de solicitar o cadastro aos pesquisadores.
 
Recentemente, o MCTI em conjunto com o CNPq lançaram um sistema de cadastro simplificado para pesquisadores que não fazem exploração econômica, o qual deve entrar em funcionamento em breve.
 
Desta forma, solicitamos a vocês que repassem o link abaixo para todos os docentes da unidade. O link refere-se a um formulário sobre acesso ao Patrimônio Genético ou Conhecimento Tradicional Associado. É importante que TODOS os docentes respondam a esse formulário para que possamos ter certeza se há ou não acesso ao Patrimônio Genético ou Conhecimento Tradicional Associado, para que, no futuro, não haja risco de autuação da Unidade ou do pesquisador. Anexa, encaminhamos uma pequena cartilha de esclarecimento sobre Patrimônio Genético e conhecimento Tradicional Associado.
 
 
 

Imagem: SisGen - Divulgação

Chamadas públicas EMBRAPII / MCTI

Embrapii abre processo de escolha para o cargo de Diretor-Presidente -  AndifesA EMBRAPII e o MCTI vão investir juntos cerca de R$ 500 milhões para o desenvolvimento de novas tecnologias de fronteira.

Via PRPI USP.


 
Prezados(as),
 
A EMBRAPII e o MCTI vão investir juntos cerca de R$ 500 milhões para o desenvolvimento de novas tecnologias de fronteira, para isso foram abertas três chamadas: 
 
 
A EMBRAPII, em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações – MCTI, torna público o processo de seleção de grupos de Instituições Científica, Tecnológica e de Inovação (ICTs), públicas ou privadas sem fins lucrativos, para credenciamento como Unidades EMBRAPII (UEs). As selecionada terão disponíveis recursos financeiros para prospectar e executar projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I), em parceria com empresas industriais.
 
Palestra de esclarecimentos | Chamada EMBRAPII 04/2022 
Identificação da reunião: meet.google.com/meo-qwpb-bjm
Data e horário: 27 de junho 2022, 14:00 horas, horário de Brasília – DF 
--
 
 
A EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) foi credenciada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) para coordenar o Programa Prioritário PPI IoT/Manufatura 4.0. No âmbito deste Programa Prioritário, a EMBRAPII criou um novo modelo de operação denominado de Centros de Competência EMBRAPII, os quais combinam ações de Ampliação e Fortalecimento de competência científica e tecnológica em PD&I, Formação e Capacitação de RH em PD&I, Associação Tecnológica e de Atração e Criação de startups. No âmbito desta Chamada Pública da EMBRAPII serão credenciados até cinco Centros de Competência, por um período de 42 meses.
--
 
 
A EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) foi credenciada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) para coordenar o Programa Prioritário PPI IoT/Manufatura 4.0. No âmbito deste Programa Prioritário, a EMBRAPII criou um novo modelo de operação denominado de Centros de Competência EMBRAPII, os quais combinam ações de Ampliação e Fortalecimento de competência científica e tecnológica em PD&I, Formação e Capacitação de RH em PD&I, Associação Tecnológica e de Atração e Criação de startups. No âmbito desta Chamada Pública da EMBRAPII serão credenciados até três Centros de Competência, por um período de 42 meses.
 

Imagem: Logo EMBRAPII - divulgação.

Pandemia dá sinais de estabilidade em São Paulo

Dados do Estado mostram queda de óbitos, casos e internações; mas notificações podem estar atrasadas em função do feriado. USP registrou 368 casos de covid ou síndrome gripal nos primeiros 15 dias deste mês

Por: Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


Os dados da semana epidemiológica mais recente (12 a 18 de junho) apontam para uma situação de estabilidade no quadro epidemiológico da pandemia de covid-19 no Estado de São Paulo. Todos os indicadores fecharam a semana em queda: média diária de novos casos (-16%), novas internações (-3%) e óbitos (-25%). É preciso considerar, porém, que a redução de casos e óbitos esteja superestimada em função do feriado prolongado de Corpus Christi, que pode ter causado um atraso de notificações durante a semana. 
 
Os dados estão detalhados no Boletim Epidemiológico USP-Covid, que é publicado toda quarta-feira e, a partir desta semana, traz dados específicos sobre a situação da pandemia na comunidade de alunos, docentes e funcionários da Universidade de São Paulo. Considerando todos os campi da USP, 368 casos de covid-19 ou síndrome gripal haviam sido notificados neste mês de junho, até o último dia 15, comparado a 679 notificações em todo o mês de maio.
 
A Comissão Assessora de Saúde da USP monitora a pandemia e ressalta que o uso de máscaras permanece obrigatório em ambientes fechados da Universidade, assim como no transporte público e nos serviços de saúde. Em ambientes abertos o uso não é obrigatório, mas também recomendado, sempre que houver aglomeração de pessoas. Cerca de 94% da população acima de 5 anos no Estado está com esquema vacinal completo, incluindo 63% das crianças com até 11 anos. A dose de reforço é fortemente recomendada para todos os adultos elegíveis e passará a ser exigida para acesso às dependências da USP no segundo semestre. Saiba mais...

Trabalho do grupo Nanomol do IFUSP é sugestão do editor na Physical Review B

Artigo do grupo teve destaque na última edição da tradicional revista Physical Review B. 



Publicado na data de 21 de junho, Band filling effects on the emergence of magnetic skyrmions: Pd/Fe and Pd/Co bilayers on Ir(111) foi destacado como sugestão do editor na última edição da Physical Review B (#105). O artigo é resultado do trabalho de doutorado de Ivan de Paula Miranda (autor principal), sob orientação da Professora Helena Maria Petrilli em coorientação com a Prfª Angela Klautau (UFPA).
 
Acesse AQUI o artigo na íntegra.
 

Ilustração: Physical Review B

Páginas