Cientistas analisam as perspectivas da participação brasileira na conferência do clima da ONU

Brasil pretende cobrar de países desenvolvidos um aumento do financiamento que visa compensar a redução das emissões de gases de efeito estufa. Para especialistas, porém, ações recentes do país no campo das políticas ambientais não dão respaldo à reivindicação.

Por: Agência FAPESP. Acesse aqui a matéria original. 


“O Brasil vai a essa COP sem condição de pleitear absolutamente nada. Talvez tenha mais sucesso quando tiver resultados específicos e ações críveis para apresentar, como fez em 2009 e resultou na criação do Fundo Amazônia”, avaliou a pesquisadora Thelma Krug. Saiba mais...


Imagem: Felipe Maeda