Ferramenta estatística testa validade de resultados para deixar estudos clínicos mais precisos

O índice Baco, como foi denominado, ajuda a reduzir vieses na interpretação dos desfechos clínicos, que são os resultados nos pacientes após as intervenções médicas pesquisadas

Por: Antonio Carlos Quinto, Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


Na Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP foi desenvolvido um método capaz de avaliar um grupo de desfechos clínicos, que se compõem pela união de vários desfechos individuais de pacientes incluídos em pesquisas epidemiológicas. Trata-se de uma ferramenta estatística denominada índice Baco (Bias Attributable to Composite Outcome). “Ele irá classificar se o uso de um desfecho composto está superestimando, subestimando ou invertendo a medida de associação entre um fator de risco ou tratamento e o prognóstico”, explica o médico epidemiologista Fredi A. Diaz Quijano (...). Saiba mais...


Imagem: Fotomontagem Camila Paim/ Jornal da USP, sobre imagens Ramon Benevides/ Fotos Públicas e ícones Freepik