Brasil precisará de décadas para reconstruir sua ciência após cortes, avaliam pesquisadores

Setor sofre com diminuição de bolsas, falta de incentivo em geral e o anúncio recente de uma redução de 42% no orçamento

Por: Guilherme Justino, Jornal Gaúchazh. Acesse aqui a matéria original.


Em meio a uma crise sanitária de escala global, no momento em que profissionais de saúde e cientistas se tornam protagonistas no combate à pandemia e na busca de soluções para frear o gigantesco número de mortes causadas pelo coronavírus, o governo brasileiro, na contramão do mundo, anuncia cortes que afetam diretamente cientistas que estão mobilizados na procura por uma cura para a covid-19. "Se essas restrições orçamentárias não forem corrigidas a tempo, serão necessárias muitas outras décadas para reconstruir a capacidade científica e de inovação do país", definiu um texto assinado por entidades como a Academia Brasileira de Ciências, o Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência e Tecnologia e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), entre outras. Saiba mais...


Imagem: Carlos Macedo/ Agencia RBS