Laboratório da USP investiga novas tecnologias para captura e utilização de CO2

Laboratório da USP investiga novas tecnologias para captura e utilização de CO2Espaço inaugurado na Escola Politécnica da USP em colaboração com pesquisadores do IFUSP e outras unidades busca criar alternativas mais sustentáveis e econômicas por meio de alta pressão.

Por: Jornal da USP | Um só planeta. Acesse aqui a matéria original.


Os tradicionais processos de captura e transformação de dióxido de carbono (CO2), principal causador do aquecimento global e das mudanças climáticas, precisam ser atualizados. É o que defende Claudio Oller, professor titular do Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica (Poli) da USP e coordenador do recém-inaugurado Laboratório de Alta Pressão, que funciona naquele espaço.

Outro projeto que será desenvolvido no laboratório é Novas tecnologias para captura de CO2: solventes eutéticos profundos (DES) para captura de CO2 e materiais nanoestruturados para separação de gás (materiais avançados para membranas). “A palavra-chave do projeto é seletividade: nosso objetivo é tentar melhorar os filtros de captura de CO2 que já estão sendo utilizados pelas indústrias. Isso porque para transformar o CO2 em outros insumos, como o álcool, o carbono precisa estar puro”, explica Caetano Rodrigues Miranda, professor do Instituto de Física (IF) da USP e um dos coordenadores do projeto. Saiba mais...


Foto: IRClassen/Flickr CC | via Globo.com