Nova técnica de processamento de imagem reduz radiação em exames de mama

Método em fase de testes pode diminuir em até 50% exposição das pacientes aos raios-X, sem prejudicar a precisão no diagnóstico

Por: Júlio Bernardes, Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


A tomossíntese é um método de diagnóstico da mama que utiliza raios-X para obter imagens tridimensionais e detectar tumores difíceis de serem descobertos por uma mamografia convencional. Apesar da eficiência, a quantidade de radiação utilizada nos exames pode colocar em risco a saúde das pacientes. A fim de evitar esse problema, uma pesquisa da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP propõe o uso de técnicas avançadas de processamento de imagens em computador para diminuir em até 50% a exposição aos raios-X, sem prejudicar a precisão no diagnóstico. Saiba mais...


Engenheiro Lucas Rodrigues Borges, na Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP. Foto: Cedida pelo pesquisador