Matéria condensada

 

O desenvolvimento do processo de fabricação de semicondutores e estruturas metálicas em nanoescala estendeu o campo da matéria condensada para a escala nanométrica.  Muitos esforços dos pesquisadores teóricos da área de estrutura dos materiais, que compõem o Grupo Sampa, o Grupo Nanomol, e o Grupo de Simulação Computacional e Análise de Materiais, estão concentrados nessa direção. Eles procuram entender os princípios básicos relativos às propriedades estruturais, eletrônicas, ópticas, magnéticas e de transporte de uma série de materiais, que variam desde semicondutores, metais e óxidos até materiais nanoestruturados tais como nanofios, nanotubos e nanofitas, passando por polímeros orgânicos e materiais “híbridos”. O Grupo de Sistemas Eletrônicos de Baixa Dimensionalidade participa igualmente destes esforços, com ênfase no estudo de efeitos de correlação eletrônica em isolantes e supercondutores topológicos. As propriedades de transporte em sistemas fora de equilíbrio são estudadas com técnicas da física de muitos corpos e de sistemas quânticos abertos. Trabalhos experimentais em nanoestruturas são realizados em vários laboratórios. No Laboratório de Novos Materiais Semicondutores, são investigadas as propriedades ópticas e de transporte em nanoestruturas semicondutoras e isolantes topológicos, fenômenos relacionados com spintrônica, assim como o crescimento, o processamento e o desempenho de dispositivos optoeletrônicos baseados em poços e pontos quânticos. A interação da luz com a matéria, visando desenvolver mecanismos ópticos de controle do estado magnético de sistemas quânticos, é investigada no Laboratório de Magneto-Óptica e Espectroscopia Não-Linear.  A análise dos fenômenos e propriedades magnéticas em materiais nanoestruturados de interesse tecnológico e materiais naturais é parte dos propósitos do Laboratório de Materiais Magnéticos.  O Laboratório de Filmes Finos estuda a modificação de superfícies em nível micro e nanométrico, nanocompósitos formados por nanopartículas metálicas em matrizes isolantes, e células solares orgânicas.  A investigação de novos materiais a temperaturas muito baixas sob campos magnéticos altos é realizada no Laboratório de Baixas Temperaturas e Estado Sólido. Nesse laboratório, o Grupo de Baixas Temperaturas e o Grupo de Transições de Fase e Supercondutividade desenvolvem seus projetos experimentais nas áreas de transições de fases magnéticas, nanomagnetismo, supercondutividade, spintrônica, condensação de Bose-Einstein e sistemas eletrônicos fortemente correlacionados. O Laboratório de Cristalografia tem como objetivo estudar a estrutura desses sistemas por meio de difração de raios-X e espalhamento de raios-X em baixos ângulos.

Teoria da Estrutura Material
Adalberto Fazzio
Antônio José Roque da Silva
Armando Corbani Ferraz
Caetano Rodrigues Miranda
Helena Maria Petrilli
Kazunori Watari     
Lucy Vitória Credidio Assali
Luiz Guimarães Ferreira
Maria Cristina dos Santos
Marilia Junqueira Caldas


Novos Materiais Semicondutores  
Alain André Quivy
Alexandre Levine
Danilo Mustafá
Euzi Conceição Fernandes da Silva
Felix Guillermo González Hernández
Gennady Gusev
Luís Gregório Godoy de Vasconcellos Dias da Silva           
 

Filmes Finos
Maria Cecília Salvadori
Mauro Sérgio Dorsa Cattani
Materiais magnéticos
Antônio Domingues dos Santos
Carmen Silvia de Moya Partiti
Daniel Reinaldo Cornejo
Luiz Carlos Camargo Miranda Nagamine
 

Baixas Temperaturas
André Bohomoletz Henriques
Armando Paduan Filho
Nei Fernandes de Oliveira Jr.
Rafael Sá de Freitas
Valdir Bindilatti
Valmir Antônio Chitta
 

Transições de Fase e Supercondutividade
Carlos Castilla Becerra
Renato de Figueiredo Jardim
 

Cristalografia
Aldo Felix Craievich
Giancarlo Espósito de Souza Brito
Marcia Carvalho de Abreu Fantini
Rosangela Itri
Sérgio Luiz Morelhão