Todas as Notícias

Astrônomos captam luz de explosão cósmica mais forte do que toda a energia que o Sol é capaz de emitir

Equipe de cientistas usaram telescópios e encontraram explosão de raios gama, tipo que acredita-se ser um dos mais violentos desde o 'Big Bang'.

Por: G1. Acesse aqui a matéria original.


Uma equipe internacional de astrônomos conseguiu registrar em janeiro deste ano os efeitos da mais poderosa explosão cósmica já flagrada em pesquisas sobre nosso universo. Saiba mais...


Imagem: NASA/D.Berry

Silvio Salinas é homenageado com título de Cidadão Paulistano

O título foi concedido pela Câmara de Vereadores de São Paulo, em cerimônia realizada na sala do Conselho Universitário

Por: Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


Uma sessão solene da Câmara dos Vereadores, realizada no dia 19 de novembro, na Sala do Conselho Universitário, marcou a outorga do título de Cidadão Paulistano ao professor do Instituto de Física (IF), Silvio Roberto de Azevedo Salinas. Saiba mais...


Imagem: Jorge Maruta

Observatório Pierre Auger comemora 20 anos

O Observatório Pierre Auger, situado em Malargüe, nos pampas argentinos, completa 20 anos.

Por: Agência FAPESP. Acesse aqui a matéria original.


É considerado o maior observatório de raios cósmicos do mundo, operado por uma colaboração internacional de mais de 400 cientistas de 17 países, entre eles o Brasil. No total, a FAPESP já forneceu 32 auxílios e bolsas a projetos desenvolvidos no Auger. Saiba mais... 


Imagem: reprodução

 

Sirius, uma infraestrutura de pesquisa aberta

O impacto do Sirius na pesquisa nacional e internacional é o assunto comentado por Antonio José Roque da Silva, diretor-geral do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais

Por: Agência FAPESP. Acesse aqui a matéria original.


Entrevista com Antonio José Roque da Silva, diretor-geral do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, durante o primeiro Fórum Estratégico Latino-Americano para Infraestrutura na Pesquisa. Saiba mais... 


Imagem: Reprodução

A arte de aprender Ciência

O projeto Arte e Ciência do Instituto de Física da USP, em São Paulo, leva atividades e experimentos da área das exatas em parques e escolas públicas do país desde 2007.

Por: Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


O professor do IF, Mikiya Muramatsu é um dos criadores do Arte e Ciência, que conta com apoio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP e tem convênio com a SBF. Saiba mais...


Imagem: reprodução

Cinco professores da USP estão entre os pesquisadores mais influentes do mundo

A conclusão é da pesquisa elaborada pela consultoria britânica Clarivate Analytics, que selecionou 6.216 pesquisadores de todo o mundo

Por: Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


Figuram na classificação os professores Andre Russowsky Brunoni e Renata Bertazzi Levy, da Faculdade de Medicina (FM); Houtan Noushmehr, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP); Paulo Eduardo Artaxo Netto, do Instituto de Física (IF); e Carlos Augusto Monteiro, da Faculdade de Saúde Pública (FSP). Saiba mais...


Imagem: divulgação

Alunos de São Carlos adquirem formação complementar em Física Experimental

Terminou no final do mês de outubro do corrente ano um projeto-piloto interessantíssimo lançado pelo Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP)

Por: São Carlos Agora. Acesse aqui a matéria original.


Designado Programa de Formação Complementar em Física Experimental, o projeto envolveu trinta alunos, que, ao longo de cinco semanas, receberam formação complementar em Física-1 – Mecânica e Eletricidade. Saiba mais... 


Imagem: divulgação

"Pego ferramentas da física e aplico em neurônios no cérebro"

Mauro Copelli, da Universidade Federal de Pernambuco, é um físico teórico que acabou indo botar as maõs em cérebros, para ajudar os biológos a solucionar o mistério da consciência

Por: NEXO. Acesse aqui a matéria original.


Copelli comecou a carreira focado apenas em cálculos e modelos teóricos, em univerisdades de ponta da Bélgica e Califórnia. Lá, descobriu que suas ferramentas de físico poderiam ser úteis para os biólogos que quebravam a cabeça para desvendar o objeto mais complexo do mundo: o cérebro. Saiba mais... 


Imagem: Ivan Copelli

Estrutura do maior telescópio do mundo vai começar a ser construída no Atacama

Quando estiver pronto, em 2028, Telescópio Gigante Magalhães será capaz de explorar o universo com alta precisão e sensibilidade

Por: Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


Localizado no Deserto do Atacama, no Chile, o Telescópio Gigante Magalhães é um observatório que operará no óptico e infravermelho próximo e, quando finalizado, será o maior do mundo. Saiba mais...


Imagem: Divulgação /M3 Engineering

Páginas