Todas as Notícias

Researchers develop novel approach to modeling yet-unconfirmed rare nuclear process

Researchers from the Facility for Rare Isotope Beams (FRIB) Laboratory at Michigan State University (MSU) have taken a major step toward a theoretical first-principles description of neutrinoless double-beta decay. Observing this yet-unconfirmed rare nuclear process would have important implications for particle physics and cosmology

Por: Michigan State University, Phys.org. Acesse aqui a matéria original.


(...) The authors developed the In-Medium Generator-Coordinate Method (IM-GCM). It is a novel approach for modeling the interactions between nucleons that is capable of describing the complex structure of the candidate nuclei for this decay. The first application of IM-GCM to the computation of the neutrinoless double beta decay rate for the nucleus of calcium-48 sets the stage for explorations of the other candidates with controllable theoretical uncertainty. Saiba mais...


Imagem: Facility for Rare Isotope Beams

Estudo que sugere que fusão de buracos negros gera emissão de radiação desperta controvérsia

Se confirmada, descoberta poderia mudar entendimento de como as grandes colisões cósmicas acontecem

Por: Scientific American. Acesse aqui a matéria original.


(...) O que os pesquisadores sabem com certeza é que, em 21 de maio de 2019, detectaram ondas gravitacionais emitidas por uma colisão de dois buracos negros. E, nas semanas seguintes, um estranho feixe de luz surgiu na mesma região do céu. Se o feixe veio de fato dos buracos negros, ele marca a primeira vez que os cientistas observaram a emissão de luz após uma fusão entre buracos negros. Saiba mais...


Imagem: Caltech e R. Hurt (IPAC)

Teste aponta máscara de TNT como mais segura sem sufocar

Análise feita pela USP a pedido da reportagem mostra que equipamento mais caro não é o melhor

Por: William Cardoso, Agora, Folha de São Paulo. Acesse aqui a matéria original.


Não é o preço ou a espessura do material com que é feita que indicam se a máscara é segura ou não. Testes realizados a pedido do Agora pelo Instituto de Física e pela Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo) apontaram que as máscaras com maior equilíbrio entre proteção e respirabilidade são produzidas em TNT e não pesam no bolso. (...) (O) Professor do Instituto de Física, Paulo Artaxo afirma que uma boa máscara deve ter a capacidade de filtragem superior a 80%. Diz também que embora descartáveis, máscaras de TNT podem ser lavadas até três vezes, no máximo. Saiba mais...


Imagem: Rubens Cavallari/ Folhapress

Quarentena ao Vivo: Mar de números

“Mar de números: como a Matemática, a Estatística e a Ciência de Dados auxiliam a navegação na pandemia” é o tema da nova edição do projeto “Quarentena ao Vivo”, que acontecerá em ambiente virtual hoje (07/07), a partir das 18h30

Por: Agência FAPESP. Acesse aqui mais informações sobre o evento.


O debate trará conceitos e práticas da matemática, da estatística e da ciência de dados aplicados à Saúde Pública e, especialmente, ao contexto da COVID-19. O encontro contará com a participação de Roberto Imbuzeiro, do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), e Leo Bastos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Saiba mais...


Imagem: Divulgação

A 'breath of nothing' provides a new perspective on superconductivity

Scientists from Universität Hamburg and the Cluster of Excellence "CUI: Advanced Imaging of Matter" have succeeded in observing strong evidence of superfluidity in a central model system, a two-dimensional gas cloud for the first time

Por: University of Hamburg, Phys.org. Acesse aqui a matéria original.


Zero electrical resistance at room temperature? A material with this property, i.e. a room temperature superconductor, could revolutionize power distribution. But so far, the origin of superconductivity at high temperature is only incompletely understood. (...) For the first time, the scientists in Prof. Henning Moritz's group have succeeded in observing Josephson oscillations in a two-dimensional (2-D) Fermi gas. These Fermi gases consist of a "breath of nothing," namely a gas cloud of only a few thousand atoms. Saiba mais...


Imagem: CC0 Public Domain

Buracos negros na verdade são projeções holográficas, propõe estudo

A ideia de que vivemos em um holograma é controversa, mas, segundo dois pesquisadores da Scuola Internazionale Superiore di Studi Avanzati (SISSA), pode explicar muito sobre buracos negros, que teriam uma superfície bidimensional, produzindo uma imagem tridimensional

Por: Julia Marinho, tecmundo. Acesse aqui a matéria original.


Esses sorvedouros cósmicos se tornaram um ponto de conflito entre a teoria da relatividade de Einstein e a física quântica por causa da gravidade. Enquanto o físico alemão afirmava que eles seriam "tridimensionais, simples, esféricos e suaves", físicos quânticos defendem que buracos negros são "os mais complexos sistemas existentes no Universo", acumulando dentro de si muita informação, como um monstruoso disco rígido de computador. Toda essa informação estaria guardada em sua superfície bidimensional, que projetaria uma imagem de si mesma, exatamente como um holograma. Saiba mais...

Imagem: LIGO/ VIRGO/ Alex Andrix 

 

Tempo de vida do nêutron foi medido no espaço

Quando estão dentro do núcleo de um átomo, as partículas subatômicas, chamadas nêutrons, têm uma existência bastante estável; uma vez ejetado desse núcleo, a vida útil do nêutron é bem curta

Por: Luiza Caires, Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


Usando um dispositivo chamado espectrômetro de nêutrons, a missão Messenger, da Nasa, mediu, pela primeira vez no espaço, o tempo de vida útil de um nêutron, uma das partículas que compõem o núcleo do átomo, que dura pouco quando ele é ejetado para fora do núcleo. A equipe calculou esse tempo em aproximadamente 13 minutos. Nesta edição de Entender Estrelas, o astrofísico João Steiner, professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP, diz que já há outros modelos para conhecer esse tempo, e explica o que o novo método pode trazer de vantagens. Saiba mais...

Imagem: Divulgação

 

USP capacita seus docentes para ensino à distância

Concebido e iniciado antes da pandemia de covid-19, curso on-line que se encerrou no dia 2 de julho ganhou importância ainda maior após a suspensão das aulas presenciais

Por: Michel Sitnik, Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


A professora Ana Estela Haddad, da Faculdade de Odontologia (FO), que já vinha tendo experiências bem sucedidas em cursos à distância, foi convidada a coordenar a iniciativa de um curso, na modalidade EaD, voltado para os próprios docentes da Universidade, tendo como tema: Aprendizagem em ambientes virtuais: experiências, estado da arte e potencialidades na USP.  Formando uma equipe diversa, outros docentes pioneiros desta prática, mas com experiência em outras áreas do conhecimento, foram chamados para integrar a equipe pedagógica do curso com Ana Estela, entre eles o professor Ewout Ter Haar, do Instituto de Física (IF). Saiba mais...

Imagem: Reprodução

 

Palestra on-line da USP discute mistérios da origem e composição do Universo

Evento no sábado propõe uma investigação das partículas fundamentais do Universo para compreender do que nós somos feitos

Por: Jornal da USP. Acesse aqui a matéria original.


Do que somos feitos? Qual a nossa origem e como será o futuro? Essas questões não precisam mais ser digitadas na ferramenta de busca do seu navegador. No próximo sábado, 4 de julho, o Instituto de Física promove mais uma edição do programa Física para Todos, que convida todos os interessados a participarem de palestras sobre temas científicos. Nesta palestra, o professor Alexandre Suaide discutirá por que o LHC – maior e mais poderoso acelerador de partículas já construído – pode ajudar a desvendar esses mistérios fundamentais, que acompanham a humanidade desde seus primórdios. Saiba mais...

Imagem: CERN

 

Físicos aplicam geometria curva para projetar circuitos atômicos

Um estudo teórico realizado por François Impens, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com Romain Duboscq e David Guéry-Odelin, da Universidade de Toulouse, França, mostra como projetar um guia de onda para átomos mais eficiente que os atualmente utilizados em laboratório

Por: SBF. Acesse aqui a matéria original.


Explorando a dualidade onda-partícula da mecânica quântica, os pesquisadores aplicaram técnicas da mecânica clássica para geometrias curvas, conseguindo reduzir a oscilação dos átomos quando passam pelas curvas acirradas de um circuito. (A pesquisa está relacionada à) atomotrônica, uma nova área da física, análoga à eletrônica. Ao invés de circuitos de elétrons, (os pesquisadores da área) estudam o desenvolvimento de circuitos para átomos, controlados por meio de lasers e campos magnéticos. Saiba mais...


Imagem: Reprodução/ YouTube

Páginas