Física para Todos

PROGRAMAÇÃO 2022

Ciclo especial sobre Física Médica - Reserve as datas! Mais informações em breve ;)


PROGRAMAÇÃO 2021

O Física para Todos está com a programação PRESENCIAL suspensa. Mas nossas palestras estão sendo oferecidas em SALAS VIRTUAIS e pelo YouTube! Veja abaixo =) 

 

DEZEMBRO - 04/12

MÁQUINAS QUÂNTICAS: USO EM COMPUTAÇÃO, COMUNICAÇÃO E MEDIDAS ULTRA-SENSÍVEIS

A partir da descrição quântica da natureza conseguimos compreender o comportamento dos átomos, o seu interior e o seu arranjo na matéria, permitindo dominar as técnicas para a construção de todo o instrumental que nos cerca hoje. Energia, computação e comunicação são resultados da investigação nesta área em todo século XX. A fronteira no século XXI está mais além. Novos usos da mecânica quântica estão presentes hoje em medidas ultra-sensíveis. De campos magnéticos sutis gerados por nossa atividade cerebral à observação de ondas gravitacionais, a manipulação dos limites que a teoria nos impõe tem impacto direto na ciência e no cotidiano. De outro lado, criptografia quântica é hoje uma realidade, se ja comunicação por cabo ou por satélite. E por fim temos usos maiores para a mecânica quântica, quando usamos suas propriedades sutis para processar informação. Computadores de uma outra natureza, capazes de realizar em minutos cálculos que computadores usando lógica clássica demorariam anos a fazer, começam a surgir. Teremos o surgimento afinal dos computadores quânticos?

 

 


Eventos anteriores

 

ABRIL - 03/04

FUSÃO TERMONUCLEAR CONTROLADA: ENERGIA LIMPA, SEGURA E INESGOTÁVEL

  • Palestrante: Vinícius N. Duarte, Laboratório de Plasmas, Universidade de Princeton, EUA.

Desde a década de 1950, pesquisas vêm sendo realizadas com o objetivo de se reproduzir em laboratório, de maneira auto-sustentada, as reações de fusão nuclear que ocorrem naturalmente no interior das estrelas. O controle do processo tem o potencial de fornecer à humanidade energia segura, não poluente e praticamente ilimitada, reduzindo a dependência de combustíveis fósseis. Esta apresentação pretende delinear, de maneira simples, uma perspectiva histórica das pesquisas em fusão e seu progresso. Serão também discutidos os principais desafios científicos e tecnológicos que ainda precisam ser enfrentados para a construção de reatores comerciais à fusão nuclear.


MAIO - 01/05

A FANTÁSTICA FÁBRICA CELULAR E COMO PROGRAMÁ-LA PARA PRODUZIR REMÉDIOS

As células possuem várias máquinas moleculares de tamanhos nanoscópicos. Interagir de forma controlada com esses sistemas é extremamente complicado pois são simultaneamente sistemas quânticos, fora do equilíbrio e com interações complexas não lineares. Mostraremos como algumas dessas máquinas nanoscópicas funcionam, interagem entre si e funcionam como trilhões de microfábricas compondo organismos. Nosso grupo de pesquisa usa tecnologias para induzir controladamente processos intracelulares que levam a resultados benefícos para o organismo como bloqueio da dor, redução de inflamação, regeneração de tecidos, neuromodulação entre outros. 

 


JUNHO - 05/06

SERÁ QUE O UNIVERSO É "AMIGÁVEL" PARA A VIDA?

Vamos falar sobre questão da Habitabilidade no Universo, discutindo as condições para os ambientes extraterrestres abrigarem vida: fontes de energia, proteção da radiação e raios cósmicos, etc. Mostraremos alguns "contra-exemplos" ao paradigma da fotossíntese que foram recentemente descobertos, sugerindo uma "quimiosfera" onde os organismos metabolizam produtos de reações sem intervenção da luz do Sol (contrariando as aulas de Biologia!) e quantificaremos a habitabilidade com índices desenvolvidos para serem aplicados de forma ampla. Examinaremos também as catástrofes cósmicas que podem ser determinantes para as biosferas (supernovas próximas, surtos gama, etc.) e algumas características importantes das chamadas Cinco Grandes Extinções que permitem entender (e até modelar matematicamente) os efeitos destrutivos e a recuperação da Biosfera da Terra. 

 


AGOSTO - 07/08

COMO FUNCIONA O SENSORIAMENTO REMOTO DE FLORESTAS?

Vamos entender os princípios físicos envolvidos na formação de imagens de satélite e como extrair delas algumas propriedades dos objetos, ajudando a diferenciá-los na superfície. Ao compreender a interação dos objetos com a radiação eletromagnética é possível distinguir a vegetação natural da artificial e diferenciar tipos de uso e ocupação do solo, por exemplo. Essa identificação de diferentes áreas é conhecimento essencial para projetos monitoram o desmatamento dos biomas.


SETEMBRO - 04/09

TSUNAMI E OUTRAS ONDAS!

Onde são formadas as ondas que tanto alegram surfistas e banhistas? Por que as ondas chegam sempre "de frente" nas praias? E por que crescem ao se aproximarem da areia? Que tipo de onda é o tsunami? E as ondas gigantes da praia de Nazaré, desafio dos surfistas, são de algum tipo especial? Você pode até não pegar onda, mas depois desse Física para Todos, vai soar como um expert!


OUTUBRO - 02/10

INTERFERÊNCIA: O FENÔMENO QUE TECE A ESTRUTURA DO ESPAÇO-TEMPO

Nesta palestra abordaremos o fenômeno de interferência de ondas eletromagnéticas e ondas de partículas materiais (elétrons). Dentre as mais importantes aplicações desse fenômeno está o estudo da estrutura atômica dos materiais. Investimentos em fontes avançadas de luz síncrotron, como o SIRIUS, buscam aprofundar o conhecimento em áreas biológicas e tecnológicas de como a estrutura em escala nanométrica dita as propriedades macroscópicas dos sistemas físicos. 

Aqui fazemos uma breve descrição de alguns dos métodos empregados nessa busca pelo conhecimento. Embora a interferência entre partículas materiais seja bem conhecida e também explorada como método de análise estrutural, existe uma questão fundamental ainda em aberto. Por que a natureza é composta de partículas que exibem interferência?

 


NOVEMBRO - 06/11

A FÍSICA POR TRÁS DO MAGNÍFICO BRILHO DAS SUPERNOVAS

As supernovas são poderosas explosões de estrelas massivas em seus estágios finais de evolução. Esse processo explosivo é regido pela competição entre a energia gerada pelas reações nucleares e a força gravitacional. Um outro fenômeno explosivo poderoso é a colisão de estrelas de nêutrons, chamada kilonova. Além de uma luminosidade e energias incríveis esses processos sintetizam os elementos mais pesados que conhecemos como chumbo, ouro e urânio. A ciência que estuda esses fenômenos é a astrofísica nuclear, que engloba áreas tão variadas da física moderna como Cosmologia, Astrofísica Pura, Astronomia, Física de Partículas Elementares, Física Nuclear e Física Atômica. Vamos nessa palestra abordar esses temas dessa fascinante ciência que é a Astrofísica Nuclear.